Quem Somos Documentos Notícias Projectos Como ajudar Apoios e Parcerias Contactos

Quem Somos

Bilhete de Identidade

A Associação Corações Com Coroa é uma associação sem fins lucrativos e Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) nascida em 2012 a partir de vontades com disponibilidade e entrega, para promover uma cultura de solidariedade, igualdade de oportunidades e inclusão sócio- afectiva de pessoas em situações de vulnerabilidade, risco ou pobreza.


A CCC não é uma associação caritativa, no sentido de se transformar num banco de bens, mas antes, quer crescer como uma associação de apoio e de intervenção social, em respeito pelos direitos fundamentais de todas as pessoas.

Missão

 Desenvolver uma forte componente de PREVENÇÃO e de ACTUAÇÃO DIRECTA que contribua para a resolução de problemas e/ou riscos.

Contribuir para a capacitação de meninas, jovens e mulheres. A Igualdade de Género é uma estratégia eficaz para Combater a Pobreza e a Exclusão Social.

 Garantir o desenvolvimento de uma consciência social e política em torno do lema – Apoiar uma mulher é apoiar uma família, uma comunidade, um país. Sabemos que quando as mulheres têm oportunidades, são saudáveis, têm acesso a educação e fazem livre e conscientemente as suas escolhas, existem benefícios, noutras áreas, como a redução da pobreza, a educação, e a sustentabilidade de recursos naturais.

Vamos:

 Trabalhar para que a Corações com Coroa seja um espaço de inclusão, formação, participação cívica e apoio, promovendo o acesso a cuidados de saúde e educação em prol da autonomia, autoconfiança e protecção.

 Informar, comunicar e partilhar, com base nos princípios que nos unem, porque sabemos que estamos a apoiar e investir na igualdade de oportunidades.

 Alertar responsáveis e agentes de decisão técnica e política para necessidades não resolvidas, nas áreas de actuação específicas da Corações com Coroa.

Promover respostas sociais que ajudem a prevenir e a contrariar a exclusão das crianças, das jovens e das mulheres e apoiar mães, que por força das circunstâncias não consigam assegurar aos seus filhos e filhas uma educação completa que os estimule e prepare para o futuro.

 Apoiar e acompanhar a construção de um roteiro de vida pessoal, com inclusão, igualdade e cidadania, com base na procura de trabalho digno, na tomada de consciência dos direitos, no combate à discriminação e violência, na promoção da educação, da saúde e da capacitação de estímulos.

 Contrariar os dados observados em algumas sociedades e países e, através de programas de inclusão e promoção com base no género, produzir, a médio e longo prazo, resultados positivos de Desenvolvimento Humano.

 Promover a igualdade de oportunidades para que um maior número de crianças, jovens e adultos sejam actores de mudança e responsabilidade para o desenvolvimento do nosso país e mundo.

 Contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e uma economia mais sustentável.


Porque Acreditamos:

 Na intervenção social, no trabalho em rede e nas parcerias, por isso queremos funcionar em complementariedade com pessoas e instituições do terreno – Juntas de Freguesia e Autarquias, escolas e centros de saúde, ONG e amigos -;

 Na Inclusão Social, como princípio pró-activo de Direitos Humanos;

 Que as relações intergeracionais saudáveis produzem resultados eficazes para o desenvolvimento dos países e comunidades;

 Que podemos fazer a diferença porque connosco estão pessoas conhecedoras destas realidades e que, tendo trabalhado no terreno durante toda a vida, nos motivam, apoiam e mobilizam todos os dias.

Corpos Sociais

Catarina Furtado
Direcção
Catarina Furtado é apresentadora, atriz, autora e documentarista. Por indicação de Toraya Obaid, então Diretora Executiva do UNFPA, foi em 2000 convidada pelo então Secretário-Geral das Nações Unidas, Kofi Anan, para a missão de Embaixadora de Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA). Missão exercida em voluntariado e que tem vindo a ser renovada pelo UNFPA, com base no trabalho desenvolvido. No seguimento desta missão, funda em 2012 a Associação Sem Fins Lucrativos, Corações Com Coroa (CCC), com o estatuto de ONG-Desenvolvimento atribuído pelo Camões, IP, a qual preside ainda hoje. A 9 de Junho de 2005 recebe das mãos do Presidente da República, Jorge Sampaio a Comenda da Ordem de Mérito. É coautora de três séries documentais televisivas “Príncipes do Nada” (2005, 2012, 2017) e também de quatro documentários “Dar Vida sem Morrer” realizados na Guiné Bissau (2008). Em 2010 foi convidada pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon para participar na Cimeira do Milénio em Nova Iorque enquanto “Campeã dos ODM” e na Abertura Oficial do Ano da Juventude. Enquanto Emabixadora de Boa Vontade do UNFPA participou em conferências internacionais em Bruxelas, Genebra, Ghana, Guiné-Bissau, Praga, Nova Iorque e Lisboa, onde além da partilha das suas experiências de terreno, apoia e promove as diferentes abordagens às temáticas missão do UNFPA, incluindo saúde maternal, saúde sexual e reprodutiva, Igualdade de género, direitos humanos de meninas e mulheres, jovens, práticas nefastas, entre outras. Em 2014 enquanto Embaixadora de Boa Vontade do UNFPA e Presidente da CCC é rosto da Campanha “Continuamos à Espera” que recebe em Lisboa a exposição “Novas Demais para Casar”sobre o Casamento Infantil e Forçado, em 2017 na Campanha “Sim Igualdade” e em 2018 na Campanha “SheForShe” iniciativas conjuntas da sociedade civil portuguesa, guineense e caboverdeana no context das Agenda 2030. Ainda em 2017 é um dos rostos da Campanha sobre a Discriminação das comunidades ciganas de iniciativa do Alto Comissariado para as Migrações/SECI. Em 2017 participa em Nova Iorque nos trabalhos da sessão da Comissão sobre o Estatuto da Mulher, onde a convite do UNFPA integra e modera o painel de Alto Nível “Uma resposta Global para eliminar a MGF até 2030 cumprindo a Agenda dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável". Em 2018, a convite da Iniciativa Spotlight -UE e UNFPA, é uma das Embaixadoras globais da campanha mundial #HerStoryOurStory. Ao longo dos anos tem sido inúmeras vezes convidada a participar como oradora em iniciativas de Educação para o Desenvolvimento, Educação para a Cidadania, Direitos e Saúde Sexual e Reprodutiva e Advocacy no Parlamento, Escolas, Universidades, ONG, Associações de Empresas e em diversas conferências e reuniões internacionais. Anualmente integra a apresentação pública em Portugal do Relatório sobre a Situação da População Mundial que tem lugar na Assembleia da República em colaboração com o UNFPA e MNE. Faz regularmente visitas de trabalho a países em desenvolvimento reunindo sempre com agentes de decisão técnica e política, organizações da sociedade civil, imprensa e populações locais. Com alguma regularidade escreve artigos de opinião que são publicados na imprensa diária e /ou semanal. É autora de dois livros, “ Os meus olhos de Afonso” (história infantil) e “ O que vejo e não esqueço “ (autobiográfico). Está no prelo o seu terceiro livro sobre a temática da Adolescência. Como actriz tem participado em muitas peças de teatro, cinema e enquanto narradora.
Ana Magalhães
Direcção
Depois da Licenciatura em Gestão de Recursos Humanos e Psicologia do Trabalho, no ISLA/1996 e da Pós-graduação em Comunicação e Imagem no IADE/2002, fez o Curso de Joalharia na Escola Contacto Directo e frequentou o Curso Profissional de Formação de Actores na ACT – Escola de Actores. Da experiência profissional gosta de referir que além de sócia fundadora da Cafetaria e Galeria Love Store, também foi sócia fundadora do atelier Lua de Luz. De 1999 a 2004 foi responsável pela Direcção do Gabinete de Comunicação e Imagem, e Coordenadora da área de Recursos Humanos da Auto-Estradas do Atlântico S.A. e de 1996 a 1999, Coordenadora do Planeamento e Desenvolvimento Estratégico de Recursos Humanos, da Bento Pedroso Construções S.A. (Grupo Odebrecht). Para além da Direcção da Associação Corações com Coroa, que ajudou a fundar em Janeiro de 2012, a nível associativo integrou entre 1998 e 2006 a Direcção Nacional da Associação Portuguesa de Gestores e Técnicos de Recursos Humanos, em representação da qual integrou o Júri do Prémio “Igualdade é Qualidade” promovido pela CITE – Comissão para a igualdade no trabalho e emprego
Cláudia Cerveira
Direcção
Nasceu em Lisboa, a 3 de Fevereiro de 1965. Licenciada em Sociologia.
Assembleia Geral
Ana Lúcia Valente
Secretária
Bela Branquinho
Presidente
Conselho Fiscal
João Loureiro Rodrigues
Vogal
Fátima Martins
Vogal
André Riscado
Presidente
Técnico Ofical de Contas da Associação
Joaquim Costa Lima
HippValue