Quem Somos Documentos Notícias Projectos Como ajudar Apoios e Parcerias Contactos

Campanha “Continuamos à Espera” ("We are still Waiting")

“Continuamos à Espera” foi uma campanha de Educação para o Desenvolvimento e para a Cidadania Global, centrada nas temáticas da Saúde Sexual e Reprodutiva, Justiça Social, Igualdade de Género e Oportunidades e baseada nos Direitos Humanos, realizada em 2015.

Partiu da iniciativa de organizações portuguesas da sociedade civil: P&D Factor – Associação para a Cooperação e Desenvolvimento, CCC- Associação Corações com Coroa, AJPAS – Associação de Intervenção Comunitária, Desenvolvimento Social e Saúde e Oikos – Cooperação e Desenvolvimento.

Tratou-se de uma campanha de sensibilização e ação que parte de uma chamada de atenção para as situações de profunda discriminação e desigualdade que continuam a existir em qualquer parte do mundo; pretendeu INFORMAR, INSPIRAR, MOBILIZAR e AGIR em torno da Agenda de Desenvolvimento Pós-2015 com vista à promoção e defesa de um ambiente social e político favorável ao exercício dos Direitos Humanos  em igualdade de todas as pessoas, sobretudo as mais invisíveis e que mais facilmente estão em situações evitáveis de vulnerabilidade: as raparigas e as mulheres.

 

Campaign “Continuamos à Espera” (We are still Waiting)

This education for development and global citizenship campaign was centred on the issues of sexual and reproductive health, social justice, gender and equality of opportunities and based on Human Rights and took place in 2015.

The campaign was promoted by several Portuguese civil society organizations like P&D Factor (Association for Cooperation and Development), Corações Com Coroa, AJPAS (Association of Community Intervention, Social Development and Health) and OIKOS (Cooperation and Development).

 This awareness campaign and action was born from a call to action for situations of profound discrimination and inequality which still exist all over the world, and was meant to inform, inspire, mobilize and act around the Post 2015 Development Agenda – the promotion and protection of a social and political favourable environment for the practice of Human Rights in equal terms for everyone, especially the ones who are less visible and in in avoidable situations of vulnerability: girls and women.